[Resenha] Outsider - Stephen King : Livro x Série

em 20 de abr. de 2021

Título: Outsider
Autor: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Ano: 2018
Páginas: 528
CompreAmazon
Classificação: ✮✮✮
Sinopse: O corpo de um menino de onze anos é encontrado abandonado no parque de Flint City, brutalmente assassinado. Testemunhas e impressões digitais apontam o criminoso como uma das figuras mais conhecidas da cidade — Terry Maitland, treinador da Liga Infantil de beisebol, professor de inglês, casado e pai de duas filhas.
O detetive Ralph Anderson não hesita em ordenar uma prisão rápida e bastante pública, fazendo com que em pouco tempo toda a cidade saiba que o Treinador T é o principal suspeito do crime. Maitland tem um álibi, mas Anderson e o promotor público logo têm amostras de DNA para corroborar a acusação. O caso parece resolvido.
Mas conforme a investigação se desenrola, a história se transforma em uma montanha-russa, cheia de tensão e suspense. Terry Maitland parece ser uma boa pessoa, mas será que isso não passa de uma máscara? A aterrorizante resposta é o que faz desta uma das histórias mais perturbadoras de Stephen King.

        A trama traz o assassinato brutal de um adolescente que choca a todos na cidade, e testemunhas e impressões digitais apontam o criminoso como uma das figuras mais conhecidas e respeitáveis da cidade: o treinador infantil Terry Maitland. Após uma prisão rápida e publica (no meio de um jogo em que estava presente a cidade toda), Ralph Anderson tem certeza de que pegou o culpado. Mas tudo começa a desmoronar quando Terry tem um álibi forte em outra cidade durante o assassinado do garoto. E agora? Como duas pessoas podem estar em dois lugares diferentes e deixarem suas impressões digitais em ambos os locais? Stephen King nos traz uma experiência assustadora ao tentar no mostrar as respostas.


       Eu sou a maior fã do King e não tem um livro dele que eu não tenha devorado e com esse não foi diferente. Eu fiquei completamente envolvida pela trama, e os personagens me ganharam desde primeiro capítulo, pelo fato de não termos um principal, e sim um conjunto de pessoas que tentam impedir um assassino que eles nem sabem quem ou o que seja.

     O livro já começa com um assassinato, e assim fisgando o leitor logo nas primeiras páginas com as cenas de ação. O autor consegue logo trazer o sobrenatural para trama, que torna uma leitura espetacular e que não se perde em momento algum. Stephen King tem uma habilidade para misturar contos antigos junto com suas histórias e não deixar as pontas soltas mesmo com o fim da trama.

   As descobertas feitas durante as investigações fazem com que os personagens comecem a questionar suas próprias crenças, assim abrindo a mente para que possam enxergar que existem mais coisas nesse mundo do que eles imaginam. Seguindo a inspiração em uma lenda mexicana, King produz uma história envolvente que acaba levando os protagonistas ao extremo, quando tentam entender o que está acontecendo.

     Se você gosta deu uma boa trama com assassinato e sobrenatural, e se é fã do King meu conselho é SE JOGA nessa leitura que não vai se arrepender.

SÉRIE:


       O livro foi adaptado para uma série de mesmo nome e produzida pela HBO, e como já era de se esperar, possui algumas diferenças entre as obras. A trama segue a mesma sinopse, focando nos assassinatos e em como duas pessoas podem estar no mesmo lugar ao mesmo tempo, porém alguns detalhes tornam a série diferente do roteiro original do King e se tornando assim um universo que se aprofunda mais em seus personagens.

Deixo o aviso de que contém spoilers de ambas as obras a partir daqui, então o resto da leitura fica por conta de vocês haha

A produtora tentou dar um ambiente sombrio para a série, o que deixa os ecrãs bem escuros (e que pode incomodar algumas pessoas), porém para mim não atrapalhou em nada.


Diferenças entre livro e série:

- Local: Enquanto no livro conhecemos a pequena cidade de Flint City em Oklahoma, a série se passa no estado de Georgia.

- A morte de Terry: No livro King dá uma grande importância para esse acontecimento, pois ele acaba mexendo bastante com Ralph devido a sua última conversa com Terry que morre lentamente. Na série, a cena é muito rápida e não há uma grande interação entre os dois.

Ralph Anderson: No livro o personagem tem características físicas diferente do autor escolhido, nada que altere a trama. O que realmente há de diferente é que no livro o filho de Ralph é vivo, e durante o desenrolar da trama ele está em um acampamento de verão e Terry era uma pessoa importante para a criança, já que foi seu treinador na escola. Já na série, o filho de Ralph faleceu de câncer poucos meses antes da prisão de Terry, e o policial e sua mulher ainda estão sofrendo a perda da criança.

Holly Gibney: No livro Holly (que também está no livro Mr. Mercedes), tem características físicas diferentes: no livro ela é descrita como uma mulher de pele pálida e cabelos brancos. Apesar de um pouco tímida, Holly é extremamente inteligente e apaixonada por filmes. A atriz escolhida para interpretar Holly, é Cynthia Erivo, é negra e de cabelo moreno e apresenta medos, como o de voar, e a mania de sentar-se na janela do carro e ficar escrevendo detalhes dos carros que passam. Acho que mesmo que sejam diferentes, as duas Hollys ficaram ótimas para cada objetivo, pois entregaram o que cada obra precisava que ela fosse.

Andy Katcavage: No livro o personagem não existe, e Holly faz todas as descobertas sozinha. Na série foi colocado como par romântico de Holly, um policial que acompanha Holly nas investigações sobre os assassinatos.

Nomes modificados: No livro a esposa de Terry se chama Marcy e sua filha Grace, enquanto na série o nome foi alterado para Glory e Jessa.



      Essas foram algumas diferenças que eu destaquei, existem algumas outras, mas que não mudam o rumo da trama. Eu gostei de ambas as obras, e para quem quer conhecer as duas eu recomendo que comecem antes pelo livro, pois assim a série se torna um complemento e acaba sendo aproveitada de uma forma melhor. A série foi cancelada pela HBO e agora procura outras plataformas de Streaming para dar continuidade a trama. Eu achei que foi muito bem finalizada, então se não houver uma segunda temporada não fará muita diferença mas confesso que queria ver Holly e Ralph juntos novamente.



Nenhum comentário:

Postar um comentário



Topo