[Resenha] A pequena Sereia e o reino das ilusões - Louise O'Neill

em 22 de jan. de 2021

Título: A pequena sereia e o reino das ilusões
Autor: Louise O'Neill
Editora: Rocco
Ano: 2019
Páginas: 224
Compre: Amazon
Classificação: 
Sinopse: Esqueça as histórias sobre sereias que você conhece. Esta é uma história diferente — e necessária. E tudo começa no fundo do mar. Com uma garota chamada Gaia, que sonha em ser livre de seu pai controlador, fugir de um casamento arranjado e descobrir o que realmente aconteceu à sua mãe desaparecida.

Em seu aniversário de quinze anos, quando finalmente sobe à superfície para conhecer o mundo de cima, Gaia avista um rapaz em um naufrágio e se convence de que precisa conhecê-lo. Mas do que ela precisa abrir mão para transformar seu sonho em realidade? E será que vale a pena?

A Pequena Sereia e o Reino das Ilusões chega para trazer um pouco mais de contos de fadas para a linha DarkLove, da DarkSide® Books. Mas não do jeito que você espera; aqui, a história original de Hans Christian Andersen — e também suas versões coloridas e afáveis em desenhos animados — é reimaginada através de lentes feministas e ambientada em um mundo aquático em que mulheres são silenciadas diariamente — um mundo que não difere tanto assim da sociedade em que vivemos.

No reino de ilusões comandado pelo Rei dos Mares, as sereias não recebem educação, não têm direito de fala, devem se encaixar em um padrão de beleza impossível e sempre sorrir. É neste cenário que a autora irlandesa Louise O’Neill apresenta uma história sobre empoderamento e força feminina. Com narrativa e olhar afiados, a autora ainda desenvolve aspectos do conto original que passaram batido, como o relacionamento de Gaia com as irmãs e as camadas complexas da Bruxa do Mar. A Pequena Sereia e o Reino das Ilusões, que chega ao mundo acima da superfície da água com o padrão de qualidade que virou marca registrada da DarkSide® Books, mostra como, em um reino comandado pelo patriarcado, ter uma voz é arriscado. Mas também como querer usá-la é uma atitude extremamente poderosa e valiosa. Ainda mais em tempos tão sombrios.

TUDO PARECIA CALMO E COMUM NA SUPERFÍCIE... MAS NO FUNDO ERA O INICIO DE UMA REVOLUÇÃO!

[Resenha] Crave a Marca - Veronica Roth

em 20 de jan. de 2021

Título: Crave a Marca
Autor: Veronica Roth
Editora: Rocco
Ano: 2017
Páginas: 480
Compre: Amazon
Classificação: 
Sinopse: Num planeta em guerra, numa galáxia em que quase todos os seres estão conectados por uma energia misteriosa chamada “a corrente” e cada pessoa possui um dom que lhe confere poderes e limitações, Cyra Noavek e Akos Kereseth são dois jovens de origens distintas cujos destinos se cruzam de forma decisiva. Obrigados a lidar com o ódio entre suas nações, seus preconceitos e visões de mundo, eles podem ser a salvação ou a ruína não só um do outro, mas de toda uma galáxia. Primeiro de uma série de fantasia e ficção científica, Crave a marca é aguardado novo livro da autora da série Divergente, Veronica Roth, que terá lançamento simultâneo em mais de 30 países em 17 de janeiro, e surpreenderá não só os fãs da escritora, mas também de clássicos sci-fi como Star Wars.

Desafio Literário - Stephen King

em 13 de jan. de 2021

 Olá bookaholics,

     Hoje irei trazer um desafio literário relacionado a um autor com muitos livros publicados: Stephen King, o rei do terror. O autor é em disparado um dos meus autores favoritos atualmente e sempre faço questão de comprar seus livros para ir aumentando a minha coleção.

     O autor ainda conta com o pseudônimo de Richard Bachman que também entra nessa lista.Irei trazer aqui uma lista de livros da autor, marcar os que eu já li e durante o tempo irei atualizando com as leituras que vou realizando.

     Quem quiser acessar e ver os livros do autor para comprar é só clicar aqui que já irá para uma página própria dos livros dele no site da amazon.

[Resenha] Fábrica de Vespas - Iain Banks

em 8 de jan. de 2021

Título: Fábrica de Vespas
Autor: Iain Banks
Editora: Darkside Books
Ano: 2016
Páginas: 240
Compre: Amazon
Classificação: 
Sinopse:  Frank – um garoto de 16 anos bastante incomum – vive com seu pai em um vilarejo afastado, em uma ilha escocesa. A vida deles, para dizer o mínimo, não é nada convencional. A mãe de Frank os abandonou anos atrás; Eric, seu irmão mais velho, está confinado em um hospital psiquiátrico; e seu pai é um excêntrico sem tamanho. Para aliviar suas angústias e frustrações, Frank começa a praticar estranhos atos de violência, criando bizarros rituais diários onde encontra algum alívio e consolo. Suas únicas tentativas de contato com o mundo exterior são Jamie, seu amigo anão, com quem bebe no pub local, e os animais que persegue ao redor da ilha. 
Abandonado à própria sorte para observar a natureza e inventar sua própria teologia – a maneira do Robinson Crusoé de Daniel Defoe –, Frank desconhece a escola e o serviço social, já que seu pai acredita na educação “natural”, recomendada pelo filósofo do século XVIII Jean-Jacques Rousseau e apresentada em seu romance Emílio, ou Da Educação (1762), que sugere que as crianças devem crescer entre as belezas da natureza, permitindo que elas se deleitem com a flora e a fauna. A natureza humana seria boa a princípio, mas corrompida pela civilização. Quando descobre que Eric fugiu do hospital, Frank tem que preparar o terreno para o inevitável retorno de seu irmão – um acontecimento que implode os mistérios do passado e vai mudar a vida de Frank por completo.  

TAG: SURTEI, MAS PASSO BEM

em 6 de jan. de 2021

Olá bookaholics,

    Hoje irei fazer a TAG: SURTEI, MAS PASSO BEM que é uma TAG original da Paola do @livrosefuxicos , que eu vi no insta da @depoisdaspaginas e resolvi responder também! Acho super gostoso responder, e ficar pensando nas respostas e nos livros lidos.

    Vem conferir as respostas e surtar junto comigo!

[Resenha] Flores Partidas - Karin Slaughter

em 22 de dez. de 2020

Título: Flores Partidas
Autor: Karin Slaughter
Editora: Harper Collins Brasil
Ano: 2017
Páginas: 400
Compre: Amazon
Classificação: 
Sinopse:  Irmãs. Estranhas. Sobreviventes.
Quando Lydia contou para a irmã que o cunhado havia tentado estuprá-la, Claire não acreditou. Dezoito anos depois, porém, tudo o que Claire achava saber sobre o marido se prova uma mentira. Quando vídeos escondidos no computador de Paul mostram uma face terrível do homem que ela julgava conhecer, Claire percebe que o drama de sua família tem muitas camadas, que precisarão ser descobertas antes que a assustadora verdade por fim venha à tona.

[mybest Brasil] Meu New Adult favorito

em 17 de dez. de 2020

 Olá leitores, tudo bem?

Vim compartilhar com vocês dicas de livros New Adult. Em um convite feito pela mybest Brasil, treze influenciadoras literárias contam qual seu livro favorito do gênero.



Topo