Dicas de livros para chorar

em 29 de abr. de 2021

Olá, Bookaholics!

Todo mundo já leu aquele livro que mexe com todos os seus sentimentos, e depois acaba te deixando com uma ressaca literária pensando: E agora o que eu faço da vida??

Pois bem, hoje irei trazer para vocês alguns dos livros que me fizeram chorar MUITO. Essa é a primeira parte do post e vou fazendo novos posts conforme eu for descobrindo novos livros que me deixem largada no chão de tão triste e lindos. A maioria dele contém gatilhos, então não recomendo a leitura para quem for sensível.

São os seguintes livros:



1 - O caçador de pipas - Khaled Hosseini

Sinopse: O caçador de pipas é considerado um dos maiores sucessos da literatura mundial dos últimos tempos. Este romance conta a história da amizade de Amir e Hassan, dois meninos quase da mesma idade, que vivem vidas muito diferentes no Afeganistão da década de 1970. Amir é rico e bem-nascido, um pouco covarde, e sempre em busca da aprovação de seu próprio pai. Hassan, que não sabe ler nem escrever, é conhecido por coragem e bondade. Os dois, no entanto, são loucos por histórias antigas de grandes guerreiros, filmes de caubói americanos e pipas. E é justamente durante um campeonato de pipas, no inverno de 1975, que Hassan dá a Amir a chance de ser um grande homem, mas ele não enxerga sua redenção. Após desperdiçar a última chance, Amir vai para os Estados Unidos, fugindo da invasão soviética ao Afeganistão, mas vinte anos depois Hassan e a pipa azul o fazem voltar à sua terra natal para acertar contas com o passado.

2 - O menino do pijama listrado - John Boyne

SinopseBruno tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os judeus. Também não faz idéia que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e a mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer. Da janela do quarto, Bruno pode ver uma cerca, e para além dela centenas de pessoas de pijama, que sempre o deixam com frio na barriga. 
Em uma de suas andanças Bruno conhece Shmuel, um garoto do outro lado da cerca que curiosamente nasceu no mesmo dia que ele. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando elucidar o mistério que ronda as atividades de seu pai. O menino do pijama listrado é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável.


3 - A cidade do sol - Khaled Hosseini

Sinopse: Mariam tem 33 anos. Sua mãe morreu quando ela tinha 15 anos e Jalil, o homem que deveria ser seu pai, a deu em casamento a Rashid, um sapateiro de 45 anos. Ela sempre soube que seu destino era servir seu marido e dar-lhe muitos filhos. Mas as pessoas não controlam seus destinos. 
Laila tem 14 anos. É filha de um professor que sempre lhe diz: "Você pode ser tudo o que quiser." Ela vai à escola todos os dias, é considerada uma das melhores alunas do colégio e sempre soube que seu destino era muito maior do que casar e ter filhos. Mas as pessoas não controlam seus destinos. Confrontadas pela história, o que parecia impossível acontece: Mariam e Laila se encontram, absolutamente sós. E a partir desse momento, embora a história continue a decidir os destinos, uma outra história começa a ser contada, aquela que ensina que todos nós fazemos parte do "todo humano", somos iguais na diferença, com nossos pensamentos, sentimentos e mistérios.

4 - O jardim dos esquecidos - V. C. Andrews

Sinopse:  A história que já conquistou milhões de pessoas no mundo todo.
Eles eram uma família perfeita e despreocupada, até que uma tragédia ceifou sua felicidade. Por causa de uma herança que vai garantir seu futuro, as crianças devem ser escondidas, como se nunca tivessem existido. Serão mantidas no piso superior da vasta mansão de sua avó – sua mãe amorosa lhes assegura – por apenas poucos dias. Mas o que era para ser somente dias torna-se meses, anos de agonia. Cathy, Chris, e os gêmeos Cory e Carrie veem sua sobrevivência ser entregue a uma avó cruel e moralista. E eles terão de viver neste mundo apertado e isolado, pois esta é sua única opção.
Esta obra-prima de suspense psicológico, primeiro volume da saga da família Dollanganger, continua a ser o mais famoso e intrigante romance de V.C. Andrews.

5 - Querido John - Nicholas Sparks

Sinopse:  Quando John Tyree conhece Savannah Lynn Curtis, descobre estar pronto para recomeçar sua vida. Com um futuro sem grandes perspectivas, ele, um jovem rebelde, decide alistar-se no exército, após concluir o ensino médio. Durante sua licença, conhece a garota de seus sonhos, Savannah. A atração mútua cresce rapidamente e logo transforma-se em um tipo de amor que faz com que Savannah prometa esperá-lo concluir seus deveres militares. Porém ninguém previa o que estava para acontecer, os atentados de 11 de setembro mudariam suas vidas e do mundo todo. E assim como muitos homens e mulheres corajosos, John deveria escolher entre seu país e seu amor por Savannah. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, ele descobre como o amor pode nos transformar de uma forma que jamais poderíamos imaginar.

6 - Pretty Girl 13 - Liz Coley

Sinopse:  Três anos se passam, e Angie Chapman reaparece sem qualquer lembrança desse período. Como se o tempo tivesse parado. Ela ainda acredita ter treze anos e insiste que dali a três semanas vai para o oitavo ano. Angie não se reconhece na imagem da garota alta e magra que aparece refletida no espelho toda vez que se olha. E nem faz ideia do que são aquelas marcas e cicatrizes no seu corpo. Pretty Girl – 13 um mistério psicológico fascinante e perturbador em que a garota Angie tem de juntar os flashes de sua memória para descobrir a sua verdadeira identidade, ou seriam identidades?

7 - Não conte para a mamãe - Toni Maguire

Sinopse:  A frase que dá título ao livro de Toni Maguire, Não conte para a mamãe, poderia ser uma pacto ingênuo entre dois irmãos ou uma brincadeira entre crianças. Infelizmente, não é o caso. Na verdade, é a ameaça sofrida pela autora durante os quase dez anos em que foi violentada pelo próprio pai. 
Quando aconteceu pela primeira vez, a pequena e inocente Antoniette tinha apenas seis anos. Apesar da tenra idade, tudo ficou gravado em sua memória, o tempo nada dissipou: os detalhes, os sentimentos, a dor. Foi a primeira de muitas, incontáveis vezes. Não conte para a mamãe, de Toni Maguire, desvela a comovente história de um infância idílica que mascarava uma terrível verdade.

8 - Todo dia a mesma noite - Daniela Arbex

Resenha : aqui
Sinopse:  Reportagem definitiva sobre a tragédia que abateu a cidade de Santa Maria em 2013 relembra e homenageia os 242 mortos no incêndio da Boate Kiss.
Daniela Arbex reafirma seu lugar como uma das jornalistas mais relevantes do país, veterana em reportagens de fôlego - premiada por duas vezes com o prêmio Jabuti - ao reconstituir de maneira sensível e inédita os eventos da madrugada de 27 de janeiro de 2013, quando a cidade de Santa Maria perdeu de uma só vez 242 vidas.
Foram necessárias centenas de horas dos depoimentos de sobreviventes, familiares das vítimas, equipes de resgate e profissionais da área da saúde - ouvidos pela primeira vez neste livro -, para sentir e entender a verdadeira dimensão de uma tragédia sobre a qual já se pensava saber quase tudo. A autora construiu um memorial contra o esquecimento dessa noite tenebrosa, que nos transporta até o momento em que as pessoas se amontoaram nos banheiros da Kiss em busca de ar, ao ginásio onde pais foram buscar seus filhos mortos, aos hospitais onde se tentava desesperadamente salvar as vidas que se esvaíam. Foi também em busca dos que continuam vivos, dos dias seguintes, das consequências de descuidos banalizados por empresários, políticos e cidadãos.
A leitura de "Todo dia a mesma noite" é uma dolorosa e necessária tomada de consciência, um despertar de empatia pelos jovens que tiveram seus futuros barbaramente arrancados. Enxergá-los vividamente no livro é um exercício que afasta qualquer apaziguamento que possamos sentir em relação ao crime, ainda impune.

Eu chorei muito com cada um deles, mas creio que o que mais mexeu comigo foi Todo dia a mesma noite, pois o incêndio da Boate Kiss me deixou arrasada na época, pois eu era exatamente como uma daqueles jovens que frequentavam balada e acabei pensando em como isso podia ter acontecido comigo. O livro é de cortar o coração com os depoimentos das famílias, e a tristeza de tantas jovens vida interrompidas muito cedo por causa de um erro humano.

Essas foram as minhas dicas de hoje. E você? Qual o livro mais te fez chorar? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Topo