[Resenha] Maresi - Maria Turtschaninoff

em 13 de jul. de 2020


Título: Maresi
Série: As Cronicas da Abadia Vermelha
Autor: Maria Turtschaninoff
Editora: Morro Branco
Ano: 2018
Páginas: 200
CompreAmazon
Classificação: ✮✮✮✮
Sinopse: Uma história sobre amizade e sobrevivência, magia e encantamento, beleza e terror.
Maresi chegou à Abadia Vermelha quando tinha 13 anos, durante o Inverno da Fome. Antes disso, só ouvira rumores e fábulas sobre o lugar. Em um mundo onde garotas são proibidas de estudar ou seguir seus próprios sonhos, uma ilha habitada apenas por mulheres soava como uma fantasia incrível. Agora Maresi vive ali e sabe que é real. Ela está segura.
Tudo muda quando Jai, com seus cabelos emaranhados, cicatrizes e roupas sujas, chega em um navio. Ela fugia da crueldade e dos perigos escondidos em sua terra natal – mas os homens que a perseguem não vão parar por nada, até encontrá-la.
Agora as mulheres e meninas da Abadia Vermelha terão que usar seus poderes e conhecimento ancestral para combater as forças que desejam destruí-las. E Maresi, assombrada por seus próprios pesadelos, deve confrontar seus mais profundos e terríveis medos.
       O livro Maresi é o primeiro dá série As Crônicas da Abadia Vermelha da autora finlandesa Maria Turtschaninoff, lançado pela editora Morro Branco. É uma trama que parece simples, porém, cheia de sororidade e mostra a luta das mulheres em permanecerem unidas.
        Aos 13 anos e durante o inverno da fome, Maresi é enviada para a Abadia Vermelha, um lugar "mitológico" que muitos já ouviram falar em canções e histórias mas ninguém sabe como chegar lá. É um convento em uma ilha isolada, na qual homens são proibidos de entrar e as freiras e noviças se mantém através do trabalho manual e em comunidade. Agora com 17 anos e habituada em sua rotina, Maresi vê tudo mudar com a chegada de Jai, uma jovem tímida e que sofria agressões de seu pai violento, que tenta a todo custo encontrar a filha que considera traidora. E para salvar a Abadia desse novo tormento,todas irão ter que se unir para conseguir proteger o que lhes é mais sagrado.


       Esse é aquele livro tranquilo que você não dá muita coisa no começo, mas depois ele acaba te envolvendo. Se trata de uma trama onde a união feminina é extremamente importante em um mundo onde o machismo domina, e elas encontram na Abadia um lugar para se sentirem seguras. O convento é um lugar incrível, com todas as suas regras e é auto-sustentável fazendo que quase não dependam de ninguém de fora. A noviças cumprem os rituais e cada uma aprende a descobrir a sua vocação e é assim que somos apresentados a Maresi, que após um passado difícil encontra nesse lugar mágico a sua segunda chance e não a desperdiça. É por isso que quando Jai chega, ela tenta de todos modos se aproximar da garota e ensinar todos os segredos e mistérios da Abadia.
      O livro tem um começo meio lento e começa a se desenvolver só quando estamos na metade, e descobrimos o segredo de Jai e como ela chegou na ilha. As personagens são envolventes, especialmente Maresi, que tem uma personalidade dócil e um amor secreto por livros. Na trama podemos ver o quanto o afeta a toda a sociedade, e o foco de Turtschaninoff é mostrar o quanto isso pode ser destruidor e causar muito dor (psicologicamente e fisicamente) e a luta das mulheres para protegerem umas as outras e permanecerem unidas.
     A editora Morro Branco arrasou na edição do livro, a capa é lindíssima e brilhante nas letras. A diagramação é ótima e a leitura flui bastante, e o livro é escrito em primeira pessoa e se passa no presente. Ele dá início a série As crônicas da abadia, e seguido de Maresi temos Naondel que é um prelúdio independente do primeiro e apresenta a história das fundadoras da Abadia (que eu fiquei bem curiosa para conhecer). Eu, inclusive, já tenho o segundo livro da série e irei começar a leitura e trago a resenha para vocês aqui.
       Se você procura um livro cheio de magia, união feminina, sororidade e luta contra a opressão, é essa minha dica. Ele pode ser meio devagar no começo, mas depois a trama começa a se desenrolar e ficar envolvente.


Título: Maresi
Série: As Cronicas da Abadia Vermelha
Autor: Maria Turtschaninoff
Editora: Morro Branco
Ano: 2019
Páginas: 428
CompreAmazon
Sinopse: Segundo volume da trilogia AS CRÔNICAS DA ABADIA VERMELHA, um visceral e independente prelúdio de Maresi que apresenta a história das fundadoras da Abadia.

Para imaginar uma utopia é preciso conhecer o horror.
No opulento palácio de Ohaddin, um lugar envolto em uma falsa atmosfera de perfeição, mulheres tem uma única função: obedecer.
Elas são trazidas de terras muito distantes e aprisionadas em um harém por um homem perigoso, cuja misteriosa magia lhe dá controle sobre a vida e a morte.
Uma sacerdotisa. Uma manipuladora de sonhos. Uma guerreira. Uma vidente. Uma marinheira. Uma serva. Uma sobrevivente. Um sacrifício.
As mulheres precisam superar suas desconfianças para entender seu verdadeiro poder e conseguir escapar. Mas a jornada para a liberdade tem um alto custo, tanto para aquelas que partem como para as que são deixadas para trás.
Um hipnotizante e vívido olhar sobre um mundo de violência sexual, opressão e exploração, e as mulheres que se recusaram à aceita-lo. Esta é a sua história. Ouça suas vozes. Nunca se esqueça.


3 comentários:

  1. Nicole!
    Realmente a capa é linda.
    O enredo parece daqueles que transcende o esperado e envolve o leitor completamentte.
    Gostaria de acompanhar a história de Maresi e do convento.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  2. Gente, eu me recordo de quando esse livro foi lançado.Amo fantasia e me vi em Maresi, tendo que aprender sobre tantas coisas num lugar antes tão desconhecido a ela.
    Confesso que não me lembrava dele e nem sabia da existência desse segundo livro.
    Claro que já vou atrás do primeiro e colocar o segundo na listinha de desejados!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  3. Nossa que capa linda e de grande criatividade. Eu gostei da resenha, é um livro que eu ainda não conhecia. Mesmo o início parecer meio devagar, tenho muito interesse em ler futuramente.

    ResponderExcluir



Topo