[Resenha Nacional] A viagem de Liz: Uma canção para Liz - Gabrielle Rossa

em 18 de jun. de 2021

Título: A viagem de Liz: Uma canção para Liz
Autor: Gabrielle Rossa
Editora: Filos Editora
Ano: 2021
Páginas: 320
CompreAmazon; Kindle Unlimited
Classificação: ✮✮✮✮✮
Sinopse:  Imersa num cotidiano entediante, Liz recebe um convite inusitado para tirar férias da própria vida. O destino? Algum lugar do passado. Porém, a Viagem não servirá para revisitar seu próprio passado, mas sim um alternativo, interessante, em que pessoas fascinantes exerciam sua arte de uma forma mais livre, sem a patrulha do politicamente correto que define a cultura atual, vivenciando os anos de ouro do Rock e pop, assistindo aos shows mais fascinantes do final dos anos 80, quando o medo do ridículo não assombrava ninguém. A viagem de Liz tem o intuito de beber da Fonte da inspiração das pessoas extraordinárias que viveram nesta época colorida e talvez entender por que não compramos mais discos, não usamos topetes ou maquiagens com brilho. Por que não nos encantamos mais com boa música e nos emocionamos menos com as boas histórias de amor? Será que a Viagem de Liz conseguirá devolver a Liz a empolgação pela vida nos tempos atuais? Entender como o passado foi especial pode transformar o presente em tempos memoráveis?

   Liz é uma advogada muito bem-sucedida, com um ótimo apartamento e sobrinhos maravilhosos. E mesmo com tudo isso, ela ainda se sente sozinha, como se faltasse algo na sua vida e que talvez tenha nascido na década errada.

    Na noite de seu aniversário, um vulto misterioso aparece em seu quarto. Quando era criança ela costumava ver o mesmo vulto, porém quando fechava os olhos e abria em seguida, ele já havia desaparecido. E Liz resolve testar o mesmo método de quando era pequena, mas dessa vez o vulto não vai embora e ela descobre que ele é, na verdade, um homem com uma proposta bem inusitada. A proposta? Uma viagem no tempo, sem saber para qual época, pois a “organização” que realiza a viagem conhece todos os gostos de Liz.

  E inexplicavelmente nossa advogada paulistana é transportada para Seattle, em dezembro de 1988. E assim Liz descobre que está na época que sempre sonhou conhecer, mas ela nem imagina o quanto essa viagem irá mudar sua vida.

     E eu que amo livros com viagem no tempo, já sabia que iria gostar do livro, mas não imaginava que iria ficar tão viciada na vida de Liz. O livro é uma trilogia, e os dois primeiros volumes já foram publicados e eu fiquei tão viciada que li um seguido do outro e estou looooouca para que o terceiro saia logo. Eu já li o segundo livro, e posso dizer que ele mantém a qualidade que encontramos no primeiro livro, e depois irei a trazer a resenha dele aqui também. 

   Os personagens são muito bem desenvolvidos, e Liz já me ganhou no primeiro capítulo com sua personalidade forte e um humor bem sarcásticos que me fez dar boas risadas, mas as vezes tinha vontade de sacudir ela com algumas atitudes que ela tinha. O mocinho Erik é outro que ganhou meu coração, e eu torcia o tempo todo por ele. Também temos Dex, um homem charmoso que confunde nossa cabeça e que também faz parte do mundo romântico de Liz, porém a arrogância dele me tirava do sério.

   E a melhor parte? As referências musicais. A autora inseriu várias bandas que na época não sabiam o sucesso que fariam atualmente e eu amei poder encontrar referências de muito rock in roll no livro.

   E se você gosta de um livro com viagem no tempo, uma pitada de um “quase” triangulo amoroso e muita música, festa e shows, eu definitivamente te indico “A viagem de Liz” que você não irá se arrepender!

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Topo