[Resenha] Layla - Colleen Hoover

em 23 de jun. de 2021

Título: Layla
Autor: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Ano: 2021
Páginas: 368
CompreAmazon
Classificação: ✮✮
Sinopse:  Após Layla sofrer um acidente que deixou sequelas neurológicas graves, seu namorado resolve levá-la para uma viagem romântica para a pousada onde eles se conheceram. Mas acontecimentos inexplicáveis fazem ambos suspeitarem de uma presença sobrenatural.

Quando Leeds conhece Layla, ele está convencido de que passará o resto de sua vida com ela... Ela é espontânea, divertida, e a vida ao seu lado é fácil e tranquila. Até que um ataque inesperado faz com que Layla precise lutar por sua vida. Após semanas no hospital, Layla se recupera fisicamente, mas as cicatrizes mentais e emocionais alteraram significativamente a essência e personalidade da mulher por quem Leeds se apaixonou.

Com o objetivo de colocar o relacionamento dos dois de volta nos trilhos e tentar fazer com que os dois voltem a ser o que eram antes da tragédia, Leeds leva Layla para a pousada onde se conheceram, na esperança de que o lugar desperte em Layla os vívidos sentimentos de antes, no início da relação dos dois. Mas, assim que chegam ao lugar, situações bizarras começam a acontecer, uma após a outra, e o comportamento de Layla sofre uma mudança ainda mais drástica. Confuso e sentindo-se cada vez mais solitário, Leeds passa a investigar o porquê dos eventos e, sem que realmente perceba, se vê, de repente, obcecado.

Sentindo-se a cada dia mais distante e apático com relação a Layla, Leeds encontra consolo em Willow – outra hóspede da pousada onde estão instalados. Os dois estabelecem uma rápida e intensa conexão, e Leeds começa a perceber, atônito, que prefere a companhia da mulher à de Layla, fazendo o possível – e impossível – para encontrá-la, evitando deixar Layla tomar ciência do que acontece ao seu redor. No entanto, à medida que sua curiosidade por Willow cresce, aumentam também os riscos à segurança e bem-estar de Layla.

Rapidamente, Leeds percebe que precisa fazer uma escolha, depressa.No entanto, uma decisão errada pode prejudicar a todos.

   Leeds tinha uma meta de vida: ser compositor; mas ele tem levado sua vida no modo piloto automático e não faz nada para mudar isso. Ele toca em uma banda que ele nem mesmo gosta, mas está tão acomodado com essa vida que não vê motivos para seguir seu sonho. Até o dia que eles são contratados para tocar em um casamento, e ele avista uma jovem que é uma péssima dançarina, mas que o deixa fascinado.

   A jovem é Layla, a irmã da noiva e estava tentando chamar a atenção dele com a sua dança. E é assim que eles iniciam uma conversa superintensa, que os fazem perceber o quão envolvidos estão um com o outro. Eles começam a namorar, e percebem que encontraram um no outro a pessoa que sempre quiseram e tudo está perfeito na vida deles. Até que uma tragédia acontece.

   Layla leva um tiro, e fica entre a vida e a morte. A jovem se recupera, mas devido ao trauma começa a ter lapsos de memória e crises de ansiedade. Ela vive uma vida com medo de qualquer barulho, e a jovem animada de antes parece não existir mais. Inconformado que a mulher que ele ama não é mais a mesma pessoa, Leeds resolve levar Layla de volta ao lugar que se conheceram para tentar fazer com que ela volte a ser a pessoa que ele se apaixonou.

   Mas nada sai como ele esperava. Ele começa a vivenciar experiencias sobrenaturais no local, com acontecimentos estranhos. E é assim que ele conhece a outra hóspede da pousada, Willow. Com Layla distante, ele encontra consolo na nova conhecida e se vê cada vez mais longe da relação que ele tinha com a namorada. O que ele não esperava é que tudo isso pudesse colocar em risco a vida de Layla.


    Eu amo a escrita da Colleen, porém o que eu passei nesse livro foi raiva. O Leeds é um personagem que em momento algum desperta a empatia no leitor, pois ele é completamente egoísta. E eu queria ajudar Layla durante a leitura toda, pois após a tragédia ela fica com a saúde mental completamente fragilizada. Essa é uma resenha difícil de fazer, pois qualquer coisa que eu disser pode acabar sendo um spoiler.

   Eu tinha que dar um tempo da leitura, e ler outra coisa mais tranquila porque eu ficava super nervosa lendo. E esse é o diferencial da autora e mesmo que você esteja odiando o livro, você não consegue largar porque a escrita dela é viciante e você precisa saber o que irá acontecer.

 O desfecho eu achei bem previsível, e mesmo com a “redenção” do Leeds eu não
consegui perdoá-lo por suas atitudes durante a trama. Eu dou uma nota 3 porque a trama é boa, não posso negar, mas o relacionamento tóxico que Leeds tem com Layla me desanimou demais.

  Eu li o livro em inglês, que está disponível no Kindle Unlimited. A editora Record lançou esse ano o livro em português e está sendo vendido com brindes junto, e a capa ficou um arraso, muito mais linda que a original.

E eu indico o livro? Se você gosta da escrita da autora sim, porque é uma trama boa, mas se você não gosta de personagens como Leeds eu passaria a leitura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Topo