[Resenha] Apenas uma garota - Meredith Russo

em 18 de jun. de 2020

Título: Apenas uma garota
Autor: Meredith Russo
Editora: Intrínseca
Ano: 2017
Páginas: 240
CompreAmazon
Classificação: ✮✮✮✮
Sinopse: Prestes a entrar na vida adulta, Amanda Hardy acabou de mudar de cidade, mas a verdadeira mudança de sua vida vai ser encarar algo muito mais importante: a afirmação de sua identidade. Tudo que ela mais quer é viver como qualquer outra garota. E, embora acredite firmemente que toda mudança traz a promessa de um recomeço, ainda não se sente livre para criar laços afetivos. Até que ela conhece Grant, um garoto diferente de todos os outros. Ela não consegue evitar: aos poucos, vai permitindo que Grant entre em sua vida. Quanto mais eles convivem, mais ela se sente impelida a se abrir e revelar seu passado, mas ao mesmo tempo tem muito medo do que pode acontecer se ele souber toda a verdade. Porque o segredo que Amanda esconde é que ela era um menino.

Em seu romance de estreia, Meredith Russo retrata o processo de transição de uma adolescente transexual, parcialmente inspirada em suas próprias experiências. Enquanto traz à tona questões difíceis como dilemas existenciais, preconceito e bullying, o livro também fala de forma esperançosa e leve sobre amizade, descobertas e autoaceitação.
     Apenas uma garota é o primeiro romance escrito por Meredith Russo e é baseado parcialmente em suas experiências como uma mulher trans. Na trama iremos conhecer Amanda Hardy, uma adolescente trans que vivia com sua mãe, mas após um evento traumático ocorrido em sua cidade ela se vê obrigada a mudar sua vida toda quando vai morar com o pai que não fala há anos em outra cidade. 
     Essa é a chance perfeita para recomeçar em um lugar novo, sem que ninguém conheça o seu passado e o fato de quem um dia já foi um garoto. Assim Amanda faz novas amizades e conhece Grant, que desperta um sentimento que ela sempre tentou evitar. Mas conforme vão se aproximando ela não consegue impedir de se apaixonar, e se sente impelida a contar a verdade mas morre de medo de como os outros irão reagir.

   A trama é uma leitura Young Adult bem simples mas que nos trazem muito aprendizados. Cada um tem o direito de ser feliz da sua maneira e da sua vontade, e essa é Amanda sendo apenas uma garota que gosta de livros, quadrinhos, videos games. Quem um dia ela foi não faz diferença para o futuro que ela escolheu e os outros não tem direito nenhum de cobrarem sua escolha. Com Amanda também iremos aprender sobre a autoaceitação, e vamos junto com ela descobrindo suas dificuldades e dúvidas em descobrir-se como uma garota trans e como ela foi percebendo isso através dos anos.
       E assim junto com a protagonista descobriremos a reação de seus familiares e amigos após saberem da escolha de Amanda. Iremos ver como a rejeição familiar pode machucar, e como o preconceito pode deixar marcas profundas nas pessoas. Mas mesmo com tudo isso, Amanda tenta sempre encontrar uma forma de passar mais forte por tudo isso e enfrentar a todos.

       A edição do livro ficou lindíssima, achei a capa bem básica que mostra que ela é realmente apenas uma garota tentando passar pela difícil fase da adolescência. O livro é dividido entre capítulos onde a trama está nos dias atuais e intercala com o passado de Amanda e assim vamos conseguindo juntar as peças do que houve em seu passado para que levasse a trama que se passa atualmente. As páginas cinzas são os flashbacks, e são de uma diagramação muito bem feita. Quem comprar pela capa achando que é um Thriller , vai encontrar um romance que vale super a pena ser lido.
     Hoje em dia os livros com a temática LGBT tem sido mais fáceis de serem encontrados, em comparação a uns tempos atrás, mas mesmo assim tem a dificuldade do preconceito e devem ser sempre divulgados. Essa é a minha dica de hoje, uma leitura maravilhosa que vale super a pena e nos traz ensinamentos sobre a orientação sexual e identificação de gênero.


Nenhum comentário:

Postar um comentário



Topo