[Na Estante] Carlos Ruiz Zafón

em 19 de jun. de 2020

Olá Bookaholics,

     Já faz um tempo que estou para começar o Na estante aqui no blog, em que estarei falando sobre um autor e os livros que tem dele na minha estante, quais eu já li e quais eu irei ler. A estreia iria ser com o Stephen King que é o meu favorito, porém essa semana tivemos a inestimável perda de um dos melhores escritores dos últimos tempos: Carlos Ruiz Zafón. 
     Então ele ira estrear no novo quadro em um forma de homenagem a esse grandíssimo autor que escreveu uma das minhas tetralogias favoritas: O cemitério dos livros esquecidos. Vem comigo ver quais os livros dele na minha coleção e qual minha futura leitura.

     Nascido em 1964, em Barcelona, abandonou a faculdade de Ciências da Comunição e em 1992 começou a se dedicar inteiramente à escrita. Em 1993 publicou seu primeiro livro, O Príncipe da Névoa, que dá inicio à Trilogia da Névoa, seguida por O Palácio da Meia-Noite (1994) e As luzes de Setembro (1995). Zafón se tornou o escritor espanhol mais lido em todo mundo, e a "Sombra do vento" foi seu primeiro best-seller se tornando uma tretalogia conhecida como "O cemitério dos livros esquecidos" e que tem em sua continuação O Jogo do Anjo (2008), O Prisioneiro do Céu (2011) e O Labirinto dos Espíritos (2016).

     O escritor faleceu no dia 19 de junho de 2020, aos 55 anos, em sua residência em Los Angeles, vítima de um câncer que vinha lutando há anos. Carlos nos deixa um legado inesquecível e assim permanecera vivo para todos os leitores que acompanham sua obra.


    Esses são os livros do autor que fazem parte da minha estante. Já li todos eles, mas só tem resenha de apenas um deles aqui no blog. O meu favorito de todos é sem dúvidas "A sombra do vento" que dá início a uma das melhores séries de livros que eu já li nos últimos tempos. A trilogia da névoa também é maravilhosa, uma leitura infanto-juvenil para um público que está começando a entrar no mundo dos livros.


 Título: O Príncipe da Névoa

Autor: Carlos Ruiz Zafón
Editora: Suma de Letras
Ano: 2013
Páginas: 184
Compre: Aqui
Resenha: Aqui
Sinopse: Em 1943, a família do jovem Max Carver muda para um vilarejo no litoral, por decisão do pai, um relojoeiro e inventor. Porém, a nova casa dos Carver está cercada de mistérios. Atrás do imóvel, Max descobre um jardim abandonado, contendo uma estranha estátua e símbolos desconhecidos.
Os novos moradores se sentem cada vez mais ansiosos: a irmã de Max, Alicia, tem sonhos perturbadores, enquanto ao outra irmã, Irina, ouve vozes que sussurram para ela de um velho armário. Com a ajuda de Roland, um novo amigo, Max também descobre os restos de um barco que afundou há muitos anos, numa terrível tempestade. Todos a bordo morreram na ocasião, menos um homem - um engenheiro que construiu o farol no fim da praia.

Enquanto os adolescentes exploram o naufrágio, investigam os mistérios e vivem um primeiro amor, um diabólico personagem surge na trama. Trata-se do Príncipe da Névoa, um ser capaz de conceder desejos a uma pessoa, ainda que, em troca, cobrasse um preço demasiadamente alto.

       
Título: O Palácio da Meia-Noite
Autor: Carlos Ruiz Zafón
Editora: Suma de Letras
Ano: 2013
Páginas: 272
Compre: Aqui
Sinopse: Ben e Sheere são irmãos gêmeos cujos caminhos se separaram logo após o nascimento: ele passou a infância num orfanato, enquanto ela seguiu uma vida errante junto à avó, Aryami Bosé. Os dois se reencontram quando estão prestes a completar 16 anos.
Junto com o grupo Chowbar Society, formado por Ben e outros seis órfãos e que se reúnem no Palácio da Meia-Noite, Ben e Sheere embarcam numa arriscada investigação para solucionar o mistério de sua trágica história.
Uma idosa lhes fala do passado: um terrível acidente numa estação ferroviária, um pássaro de fogo e a maldição que ameaça destruí-los. Os meninos acabam chegando até as ruínas da velha estação ferroviária de Jheeters Gate, onde enfrentam o temível pássaro.


Cada um deles será marcado pela maior aventura de sua vida. Publicado originalmente em 1994, O Palácio da Meia-Noite segundo romance do fenômeno espanhol Carlos Ruiz Zafón traz uma narrativa repleta de fantasia e mistério sobre coragem e amizade.


Título: As luzes de setembro
Autor: Carlos Ruiz Zafón
Editora: Suma de Letras
Ano: 2013
Páginas: 232
Compre: Aqui
Sinopse:  Durante o verão de 1937, Simone Sauvelle fica de repente viúva e abandona Paris junto com os filhos, Irene e Dorian. Eles se mudam para uma cidadezinha no litoral da Normandia, e Simone começa a trabalhar como governanta para Lazarus Jann, um fabricante de brinquedos que mora na mansão Cravenmoore com a esposa doente.

Tudo parece caminhar bem. Lazarus demonstra ser um homem agradável, trata com consideração Simone e os filhos, a quem mostra os estranhos seres mecânicos quecriou: objetos tão bem-feitos que parecem poder se mover por conta própria.
Irene fica encantada com a beleza do lugar – os despenhadeiros imensos, o mar e os portos – e por Ismael, o pescador primo de Hannah, cozinheira da casa. Ismael tem um barco, entende tudo sobre navegação e gosta de velejar sozinho, até conhecer Irene e vê-la de maiô... Os dois logo se apaixonam.
Entre Simone e Lazarus parece nascer uma amizade. Dorian gosta de ler e, muito curioso, quer entender como os bonecos de Lazarus funcionam. Todos estão animados com a nova vida quando acontecimentos macabros e estranhas aparições perturbam a harmonia de Cravenmoore: Hannah é encontrada morta, e uma sombra misteriosa toma conta da propriedade.
Irene e Ismael desvendam o segredo da espetacular mansão repleta de seres mecânicos e sombras do passado. Juntos enfrentam o medo e investigam estranhas luzes que brilham através da névoa em torno do farol de uma ilha. Os moradores do lugar falam sobre uma criatura de pesadelo que se esconde nas profundezas da floresta.
Em As luzes de setembro, aquele mágico verão na Baía Azul será para sempre a aventura mais emocionante de suas vidas, num labirinto de amor, luzes e sombras.

   Os livros acima fazem parte da "Trilogia da Névoa" e podem serem lidos fora de ordem, já que não seguem uma cronologia tendo apenas alguns pontos em comum. O grande destaque dele é uma trama sombria, como são a maioria dos livros do autor.

Título: A sombra do vento
Autor: Carlos Ruiz Zafón
Editora: Suma de Letras
Ano: 2007
Páginas: 399
Compre: Aqui
Sinopse: Numa madrugada de 1945, em Barcelona, Daniel Sempere é levado por seu pai a um misterioso lugar no coração do centro histórico: o Cemitério dos Livros Esquecidos. Lá, o menino encontra A Sombra do Vento, livro maldito que mudará o rumo de sua vida e o arrastará para um labirinto de aventuras repleto de segredos e intrigas enterrados na alma obscura da cidade, A busca por pistas do desaparecido autor do livro que o fascina transformará Daniel em um homem ao iniciá-lo no mundo do amor, do sexo e da literatura.

Numa narrativa de ritmo eletrizante que mistura gêneros como o romance de aventuras de Alexandre Dumas, a novela gótica de Edgar Allan Poe e os folhetins amorosos de Victor Hugo, Carlos Ruiz Zafón mantém o leitor em estado de contínuo suspense. Ambientada na Espanha franquista da primeira metade do século XX, entre os últimos raios de luz do modernismo e as trevas do pós-guerra, A Sombra do Vento é uma obra sedutora, comovente e impossível de largar. Uma grandiosa homenagem ao poder místico dos livros.

Título: O jogo do Anjo
Autor: Carlos Ruiz Zafón
Editora: Suma de Letras
Ano: 2008
Páginas: 410
Compre: Aqui
Sinopse: Aos 28 anos, desiludido no amor e na vida profissional e gravemente doente, o escritor David vive sozinho num casarão em ruínas. É quando surge em sua vida Andreas Corelli, um estrangeiro que se diz editor de livros. Sua origem exata é um mistério, mas sua fala é suave e sedutora. Ele promete a David muito dinheiro e sua simples aparição parece devolver a saúde ao escritor. Contudo, o que ele pede em troca não é pouco. E o preço real dessa encomenda é o que David precisará descobrir.

Em O Jogo do Anjo, o catalão Carlos Ruiz Zafón explora novamente a Barcelona do início do século XX, cenário de seu grande êxito internacional A Sombra do Vento, que vendeu mais de 10 milhões de exemplares em todo o mundo. Lançado este ano na Espanha, O Jogo do Anjo já ultrapassou a marca de um milhão de exemplares vendidos.

Título: O prisioneiro do céu
Autor: Carlos Ruiz Zafón
Editora: Suma de Letras
Ano: 2012
Páginas: 248
Compre: Aqui
Sinopse: Barcelona, 1957. Daniel Sempere e seu amigo Fermín, os heróis de A sombra do vento, estão de volta à aventura para enfrentar o maior desafio de suas vidas. Já se passa um ano do casamento de Daniel e Bea. Eles agora têm um filho, Julián, e vivem com o pai de Daniel em um apartamento em cima da livraria Sempere e Filhos. Fermín ainda trabalha com eles e está ocupado com os preparativos para seu casamento com Bernarda no ano-novo. No entanto, algo parece incomodá-lo profundamente. Quando tudo começava a dar certo para eles, um personagem inquietante visita a livraria de Sempere em uma manhã em que Daniel está sozinho na loja. O homem misterioso entra e mostra interesse por um dos itens mais valiosos dos Sempere, uma edição ilustrada de O conde de Montecristo que é mantida trancada sob uma cúpula de vidro. O livro é caríssimo, e o homem parece não ter grande interesse por literatura; mesmo assim, demonstra querer comprá-lo a qualquer custo. O mistério se torna ainda maior depois que o homem sai da loja, deixando no livro a seguinte dedicatória: "Para Fermín Romero de Torres, que retornou de entre os mortos e tem a chave do futuro". Esta visita é apenas o ponto de partida de uma história de aprisionamento, traição e do retorno de um adversário mortal. Daniel e Fermín terão que compreender o que ocorre diante da ameaça da revelação de um terrível segredo que permanecia enterrado há duas décadas no fundo da memória da cidade. Ao descobrir a verdade, Daniel compreenderá que o destino o arrasta na direção de um confronto inevitável com a maior das sombras: aquela que cresce dentro dele. Transbordando de intriga e emoção, O prisioneiro do céu é um romance em que as narrativas de A sombra do vento e O jogo do anjo convergem e levam o leitor à resolução do enigma que se esconde no coração do Cemitério dos Livros Esquecidos.

     Esses são os da tetralogia "A sombra do vento" que se encontram na minha estante, falta o último livro que se chama "O labirinto dos espíritos" e é a minha próxima leitura do autor. Essa série tem que ser lida de preferencia em ordem, pois tem uma cronologia de acontecimentos que se ligam aos livros passados. Eu indico super, pois ela te prende do inicio até o fim com uma escrita que apenas Carlos Ruiz Zafón tem.

Título: O labirinto dos espíritos 
Autor: Carlos Ruiz Zafón
Editora: Suma de Letras
Ano: 2017
Páginas: 680
Compre: Aqui
Sinopse: Madrid, anos 1950. Alicia Gris é uma alma nascida das sombras da guerra,que lhe tirou os pais e lhe deu em troca uma vida de dor crônica. Investigadora talentosa, é a ela que a polícia recorre quando o ilustre ministro Mauricio Valls desaparece; um mistério que os meios oficiais falharam em solucionar. Em Barcelona, Daniel Sempere não consegue escapar dos enigmas envolvendo a morte de sua mãe, Isabella. O desejo de vingança se torna uma sombra que o espreita dia e noite, enquanto mergulha em investigações inúteis sobre seu maior suspeito — o agora desaparecido ministro Valls. Os fios dessa trama aos poucos unem os destinos de Daniel e Alicia, conduzindo-os de volta ao passado, às celas frias da prisão de Montjuic, onde um escritor atormentado escreveu sobre sua vida e seus fantasmas; aos últimos dias de vida de Isabella, com seus arrependimentos e confissões; e as intrigas ainda mais perigosas, envolvendo figuras capazes de tudo para manter antigos esqueletos enterrados.

Esses são meus livros na estante do autor, e aí, vocês já leram algum deles

Um comentário:

  1. Ah Zafon ;/ Uma das maiores perdas da literatura mundial. Apesar de pensar que toda perda seja importante e que a obra que ele deixou, nos será eterna.
    Li alguns livros do autor nesse tempo de leitora e sempre vou levar comigo o ar frio e embaçado da velha Barcelona. Coisa que ele vivia pregando em seus livros.
    Uma saudade enorme, uma vontade ler os que ainda não li, reler os que já li.
    Um post que dói e aquece!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir



Topo